DIVULGANDO A BOSSA NOVA

busca por freefind
Livros sobre a Bossa Nova

Ale Vanzella

Músico, cantor e compositor autoditada, Ale Vanzella nasceu em Guaporé, na Serra Gaúcha, onde iniciou sua concepção musical norteada pelo rock alternativo.
A experiência com diversas bandas, onde transitou na vanguarda do rock alternativo, indie rock e grunge, estilo muito apreciado no sul do país, foi o alicerce para que sua criatividade como compositor e intérprete evoluísse e o lançasse a novos desafios.
Ale Vanzella, 28 anos, tem um notável talento para o sucesso. Viu a paixão pela música nascer na adolescência, por volta dos 13 anos de idade, através de sua irmã Michele Vanzella, também profissional da música.
Começou tocando bateria com o ilustre professor ''Cachaça'', tendo como influência bandas que iam do grunge ao trash.
Em 2005 o músico foi premiado na 3ª Edição do Good Music Festival, um dos principais festivais de bandas do Rio Grande do Sul, com a música "Domingo" (também presente no álbum de estreia). Fato curioso é que a gravação inscrita como banda "Os Sinatras" teve todos os instrumentos (guitarra, bateria, baixo e voz) gravados por Ale Vanzella.
Após esse período, um pouco mais distante da música, Ale Vanzella formou-se em Ciências Contábeis (2006) e ainda concluiu duas Pós-Graduações: em Controladoria e em Direito Tributário, além de atuar como Empresário e Professor Universitário.
Durante este período, enquanto experimentava estilos intimistas de executar suas obras, surge inspiração de juntar elementos de suas composições de Rock Alternativo com a Bossa Nova brasileira. Estava definido o norte de seu trabalho, uma fusão da Bossa Nova com elementos do Indie Rock e Grunge.
Em 2011 Ale Vanzella inicia a construção de seu álbum de estreia juntamente com o produtor musical Cláudio Girardi, que conhecera em 2003, e tem em seu currículo um grande arsenal multicultural, pois viveu e produziu em continentes como África, Europa e America do Norte. A produção executiva é de Michele Vanzella, irmã de Ale.
Gravado e produzido no Rio de Janeiro e Los Angeles, o disco reúne componentes da Bossa Nova e Rock Alternativo, apresentando uma sonoridade peculiar, com destaques para as faixas "Grudge" e "Cor e Acordes", que também tem versão em videoclip.
É audível a influência indie na mixagem, optando por vocais com drive e gravações acústicas dos instrumentos, porém, enfatiza o toque brasileiro nos arranjos instrumentais.
A masterização do álbum ficou por conta de Marconi de Morais no estúdio Batuk Room em Los Angeles, EUA.
Um ano após a idéia de produzir um álbum entrelaçando Bossa Nova e Indie Rock, o músico assina contrato com a Albatroz Music, conceituada gravadora especializada em Bossa Nova, tendo em sua direção a competência e experiência de Raymundo Bittencourt e Roberto Menescal. A distribuição e a comercialização ficam a cargo da Music Brokers.
O "Indie Bossa", lançado em julho de 2012, é composto por 17 faixas e uma bônus (em japonês), todas de autoria de Ale Vanzella. As composições se intercalam entre português e inglês, sendo o português o idioma predominante. Um toque especial no disco é a participação do ilustre Roberto Menescal, músico de essência da Bossa Nova, reconhecido no Brasil e no exterior.
O que mais me surpreendeu neste trabalho do Ale foi a suavidade. Ainda me surpreende muito. Me lembro que o João Gilberto apareceu assim, ele abriu uma oportunidade na época. E o Ale pode abrir essa nova porta. Hoje ninguém sabe mais nada e nem podemos prever nada. Acho que isso faz parte, resume de modo entusiasmado Roberto Menescal, grande apoiador do projeto.
A grandiosidade do trabalho se mede pela agenda de compromissos de Ale Vanzella no exterior.
A turnê "Indie Bossa In Concert", de lançamento do primeiro álbum, iniciou em New York em maio deste ano, na casa de shows SOB´S.
Dos Estados Unidos Ale seguiu diretamente para o Japão onde apresentou mais sete shows consecutivos. Em Tóquio o artista brasileiro dividiu o palco com cantores japoneses: Michinari Usuda, Sanae Nishizawa, Hiromi Naka, Msashi Hino, Takeo Tsutsu, Sachiko Yoshino.
Julho foi a vez do Brasil. Com a participação especial de Roberto Menescal, Ale lançou nacionalmente Indie Bossa, no Café Paon, em um show repleto de convidados, fãs e amigos.
A partir de setembro de 2012 a Maurício Pessoa Produções Artísticas - escritório responsável por turnês de Caetano Veloso, Maria Bethânia e Maria Gadú, entre outros renomados artistas da música popular brasileira, será o responsável pela divulgação do álbum Indie Bossa por todo Brasil.

Clique na musica para ouvir


1. Grudge

2. Cor e Acordes


Divulgue aqui seu trabalho