S A M B A D A B E N Ç Ã O Vinicius de Moraes e Baden Powell D6/F# A7 D6/F# É melhor ser alegre que ser triste D6/F# A7 D6/F# Alegria é a melhor coisa que existe D6/F# A7 D6/F# A7 É assim como a luz no coração D6/F# A7 D6/F# ... Mas pra fazer um samba com beleza É preciso um bocado de tristeza É preciso um bocado de tristeza Senão, não se faz um samba, não Senão é como amar uma mulher só linda. E daí? Uma mulher tem que ter qualquer coisa além da beleza Qualquer coisa que sofre , Qualquer coisa que chora Qualquer coisa que sente saudade, Um molejo de amor machucado , Uma tristeza que vem da beleza De se saber mulher Feita apenas para amar , Para sofrer pelo seu amor , E para ser só perdão Fazer samba não é contar piada Quem faz samba assim não é de nada O bom samba é uma forma de oração Porque o samba é a tristeza que balança E a tristeza tem sempre uma esperança A tristeza tem sempre uma esperança De um dia não ser mais triste não Feito essa gente que anda por aí brincando com a vida Cuidado companheiro! A vida é pra valer E não se engane não, tem uma só . Duas mesmo que é bom Ninguém vai me dizer que tem Sem provar muito bem provado Com certidão passada em cartório do céu E assinado em baixo:Deus E com firma reconhecida A vida comigo é a arte do encontro Embora haja tanto desencontro pela vida Há sempre uma mulher à sua espera Com os olhos cheios de carinho E as mãos cheias de perdão Ponha um pouco de amor na sua vida Como no seu samba Ponha um pouco de amor numa cadência E vai ver que ninguém no mundo vence A beleza que tem um samba, não Porque o samba nasceu lá na Bahia E se hoje ele é branco na poesia Se hoje ele é branco na poesia ele é negro demais no coração Eu, por exemplo, capitão do mato Vinícius de Moraes Poeta e diplomata. O branco mais preto do Brasil Na linha direta de Xangô, saravá! Abênção, Senhora, a maior Ialorixá da Bahia Terra de Caymmi e João Gilberto À bênção, Pixinguinha Tu que choraste em tua flauta Todas as minhas mágoas de amor A bênção Sinhô, a bênção Cartola A bênção, Ismael Silva, a bêenção, Heitor dos Prazeres, a bênção, Nelson Cavaquinho, a bênção, Geraldo Pereira, Ary, a sua bênção Sua bênção, Noel Sua bênção, meu bom Cyro Monteiro.Você sobrinho de Nonô A bênção,Noel . Sua benção Ary A bênção, todos os grandes Sambistas do meu Brasil Branco, preto, mulato Lindo como a pele macia de Oxum A bênção, maestro Antonio Carlos Jobim Parceiro e amigo querido Que já viajaste tantas canções comigo E ainda há tantas a viajar A bênção, Baden Powell, Amigo novo, parceiro novo Que fizeste este samba comigo A bênção, amigo/A bênção, amigo A bênção, maestro Moacir Santos Que não és um só, és tantos como O meu Brasil de todos os santos Inclusive meu São Sebastião Saravá! A bênção, que eu vou partir e vou ter que dizer adeus Ponha um pouco de amor . . .

AnteriorAnterior|ProximaProxima